Portal Promutuca

Twitter Flickr YouTube Google Facebook

Importância da vegetação para o equilíbrio do
meio ambiente

 


O Vale do Mutuca está inserido no Quadrilátero Ferrífero, mais precisamente na APA SUL (Área de Proteção Ambiental da Região Sul de Belo Horizonte) da RMBH. O Quadrilátero Ferrífero é origem de 67% do minério de ferro produzido no Brasil. A APA SUL sofre pressão tanto da atividade minerária, quanto do avanço imobiliário. Sendo assim, está é uma região muito ameaçada pelas atividades antrópicas.

Essa ameaça é de significativa importância, uma vez que a APA SUL é área de recarga de água para os lençóis freáticos da região. E a vegetação exerce papel chave nesse cenário. Ela é não somente responsável por abrigar a fauna, mas também por proteger o solo da erosão e os rios do assoreamento, evitar enchentes, favorecer a absorção de água pelo solo e, consequentemente, a recarga dos lençóis freáticos. A vegetação também protege as nascentes e contribui para o equilíbrio climático da região. Em caso recente, foi constatado início de processo erosivo nas vias abertas na mata do Vila Castela II. A “solução” adotada pelos empreendedores para o problema, com a anuência do poder público, foi o asfaltamento dessas vias. O ideal teria sido a utilização de blocos de pavimentação, que evitam a impermeabilização do solo, ao contrário do asfalto.

Medidas mais sábias precisam ser adotadas para que a marcha rumo ao desenvolvimento passe por caminhos ambientalmente corretos – pavimentações ecológicas, preservação dos ambientes naturais, recuperação dos ambientes degradados, parcerias público-privadas para disseminar informação e incentivar idéias que contribuam para a preservação da água, do solo, da vegetação e dos animais – incluindo o homem. E essas medidas devem ser adotadas desde os órgão públicos até as donas de casa e estudantes para terem o máximo efeito.

*Guilherme Augusto Azevedo Lima,
biólogo, morador do Vila Castela