Portal Promutuca

Twitter Flickr YouTube Google Facebook

Coluna do Síndico


Entrevista com Murilo Guimarães de Oliveira

Engajamento dos moradores é desafio no Vila do Conde

Qual é a atual situação ambiental do Vila do Conde?

No tocante à conservação do verde, nota-se preocupação dos habitantes do condomínio em cuidar, mas ainda há muito a ser feito, como arborizar as alamedas.

Quais são os principais objetivos ambientais da administração?

Que a prefeitura de Novai Lima, a exemplo do que ocorre em parte de Belo Horizonte, destine um dia por semana à coleta seletiva do lixo. Além disso, que a prefeitura fiscalize os lotes vagos existentes no condomínio, principalmente no tocante à limpeza e construção de passeios. Também, que haja coleta de esgoto sanitário, uma vez que a existência de um grande número de fossas construídas lado a lado com poços de captação de água causa séria preocupação aos moradores.

Quais as principais dificuldades do Condomínio?

A falta de recursos financeiros para cuidar da arborização das alamedas é uma delas. Outra dificuldade é o descaso da prefeitura de Nova Lima em relação à  conservação da pista de rolamento e à abertura de  bocas-de-lobo para captação das águas pluviais.
Há também, por parte de alguns moradores, a não contribuição financeira para custear despesas como essas, bem como para o reforço da segurança. Infelizmente, essa falta de consciência coletiva causa muitas dificuldades para que a administração cumpra seus objetivos.

Qual a importância da participação dos síndicos dos condomínios no Conselho Deliberativo da Promutuca?

O engajamento na missão e ações da Promutuca e sua conseqüente disseminação em seus condomínios é o principal fator a ser considerado.

O que se espera da atuação da Promutuca?

Firmeza na preservação do Vale do Mutuca e participação em outras ações sempre que a natureza e os seres viventes sejam ameaçados, tanto pela ganância de empreendedores inescrupulosos quanto pela ineficácia e/ou conivência do poder público.